A internet sem fio é um dos maiores avanços tecnológicos das últimas décadas. Apesar de não se tratar de nenhuma novidade, o sinal de internet sem fio ainda é muito explorado e cresce cada vez mais o número de hotspots no Brasil e no mundo. Nosso país está entre as dez nações com maior número de pontos de conexão, o que comprova que a tecnologia está em ascensão.

Mesmo com todos os seus benefícios e utilidade, todo mundo já se estressou uma vez na vida devido à qualidade da conexão Wi-Fi. Seja por conta de distância do roteador, seja por algum aspecto técnico mais avançado, ficar com o sinal de conexão inconstante é um problema bem chato, principalmente para quem depende da internet para trabalhar ou se comunicar.

Neste post falaremos sobre os problemas mais comuns de uma conexão Wi-Fi e como é possível resolvê-los — ou, pelo menos, atenuar o problema. Confira!

1. Atualize seu roteador (CUIDADO)

Os roteadores são protagonistas de muitos dos problemas envolvendo o sinal da internet. Em alguns casos, eles podem estar com problemas de funcionamento ou desatualizados.

As empresas fabricantes realizam updates periódicos do firmware dos aparelhos, porém, é preciso que o usuário procure essa atualização, algo que não é feito por todas as pessoas. Acesse o site do fabricante do seu roteador e procure por essas atualizações. Elas geralmente vêm acompanhadas de um modo de instalação para facilitar a vida de quem não é expert no assunto.

2. Troque o canal da sua conexão Wi-Fi

A maioria dos roteadores utiliza a frequência 2.4 GHz para transmitir o sinal. Essa frequência é geralmente dividida entre 11 canais, porém, só 3 conseguem operar ao mesmo tempo sem interferências, tratam-se dos canais 1, 6 e 11.

A primeira sugestão é verificar o canal do seu roteador e averiguar se ele já encontra-se configurado para um desses canais. Caso a resposta seja sim, saiba que o fato de existirem muitos outros roteadores ao redor usando o mesmo canal pode interferir na qualidade do seu sinal. É possível checar essa informação usando alguns apps para celular ou com programas freeware.

Se o canal utilizado pelo seu roteador está bem “concorrido”, talvez alterar essa configuração seja a chave para melhorar sua conexão.

3. De olho na frequência

Como dissemos, os roteadores operam na frequência 2.4 GHz, que também é utilizada por outros aparelhos domésticos, como rádios e telefones sem fio. Essa “competição” pela frequência pode gerar perda na qualidade do sinal, por isso, aqui é possível encontrar duas soluções rápidas: escolher um roteador que opere na frequência de 5 GHz ou então alterar o canal do roteador para que ele pare de sofrer interferências dos demais aparelhos.

Em relação à largura da banda, opte por utilizar banda simples (20 MHz) e não dupla (40 MHz). A utilização de banda de largura dupla pode gerar muito mais interferência no sinal do seu roteador.

4. Local desfavorecido atrapalha sinal

Paredes, portas e janelas interferem e barram a conexão Wi-Fi parcialmente, o que significa que o grande vilão da sua internet pode ser o lugar onde ele se encontra. Muita gente prefere esconder o roteador em algum canto, porém, é preciso pensar bem antes de colocá-lo em qualquer lugar, afinal, uma escolha ruim pode deixar a internet da sua casa bem aquém daquilo que você espera.

A altura ideal é pelo menos 1,5m do nível do chão como parâmetro, assim o WiFi propaga melhor no seu ambiente passando melhor pelos objetos e água do corpo humano que também atrapalha o sinal em caso de uma festa por exemplo com muitas pessoas.

5. Considere trocar seu roteador para um de ALTA POTÊNCIA

Quem está sentindo que o sinal está ruim no computador/celular deverá fazer um UPGRADE do roteador para um de ALTA POTÊNCIA. Este upgrade é fundamental para garantir que os dispositivos conectem no wifi de maneira satisfatória. Mais de 95% dos roteadores do mercado transmitem na potência de 100mw, muitos estão acostumados com esta qualidade de sinal, mas atualmente é possível encontrar facilmente por um custo acessível roteadores de 1.000mw que são fundamentais para garantir uma cobertura até 3x melhor no seu ambiente e penetração nas paredes.

Essas são algumas dicas para melhorar sua conexão Wi-Fi e reduzir os problemas e estresses gerados pela queda constante do sinal ou a falta de transmissão de dados. Lembre-se de que na hora de estruturar a conexão sem fio de sua casa ou empresa é importante analisar detalhes como a localização do roteador, a frequência e os canais utilizados para garantir um bom sinal!

Precisa de ajuda profissional?
Solicite uma solução profissional conosco em nossos contatos: (31) 3879-5719 ou e-mail contato@defenseti.com.br

Charles Ribeiro

Analista de T.I.
Especialista em redes/wireless e ambiente Microsoft com segurança Linux.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This